Avaliações sobre Alab & Monteiro Reformas E Construções Ltda-me

5 3 avaliações
37.5%
4 0 avaliações
0%
3 1 avaliação
12.5%
2 0 avaliações
0%
1 4 avaliações
50%
Ver 8 avaliações
Paulo
Paulo
Há 6 anos
5/5

contratei e o serviço da empresa e estou muito satisfeito os profissionais são respeitadores e a obra vai muito bem fiz um telhado com telhas ecológicas que ficou muito bonito obrigado

a alab moteiro por fazer da minha casa bonita

Patrícia mendonça
Há 6 anos
0.5/5

A referida empresa recebeu um percentual do valor cobrado pela reforma em 07 de Janeiro de 2014, trata-se da fachada de um prédio, isso já tem quase 2 meses e não iniciaram as obras!

A pendência junto à prefeitura é a RRT do Engenheiro responsável,inclusive este nunca apareceu no local da obra.

Pergunto: Como rever o dinheiro pago, se no contrato consta uma multa de 50% para quem desistir?

Se as coisas não começaram e já estão erradas, é melhor que não comecem!

Regina
Regina
Há 6 anos
0.5/5

Início satisfatório e desfecho péssimo. Depois de uma série de atrasos por motivos vários, a empresa abandonou a obra inacabada tendo recebido 95% do valor do serviço.

Lídia
Lídia
Há 6 anos
0.5/5

Infelizmente estou tendo problemas sérios com essa empresa, falta material, falta pedreiros, falta organização, planejamento, falta tudo!!!! Não há compromisso com o que foi contratado e falta transparência nas informações que são passadas.

Já adiantei a maior parte do valor da obra e a obra não passou nem da metade.

Estão a mais de 2 meses para fazer um pequeno telhado.

Essa semana (10/2/14 -14/02/14) não veio ninguém na segunda e ninguém na sexta (hoje) na terça vieram 2 pessoas trabalhar e na quarta e na quinta apenas uma, sabe o que fizeram? NADA!!!

A obra não anda.

Estou me sentindo completamente lesado!!!

E agora vem o pior, o dono/administrador/gerente, chamem como quiser, simplesmente sumiu, o telefone cai na caixa postal e não consigo falar com ele.

Há 6 anos
1/5

Com relação aos pagamentos, não foi especifificado claramente no contrato ( pagina01) a data correta dos pagamento e suas parcelas, uma vez que se especifica o valor da entrada, sem especificar a data e que as parcelas serão subsequentes àquela, novamente sem deixar claro que a sequencia seria mensal, bimestral, semestral, etc.

A maneira correta seria especificar os valores e suas data de pagamento, especificando dia, mes e ano de cada pagamento a fim de que ficasse claro para as partes contratantes o momento correto do pagamento.

Também não ficou claro no contrato como seria o meio de pagamento e de que forma seria cobrado. O idela seria que fosse especificado que o pagamento seria por meio de deposito em conta corrente da contratada, por meio de boleto bancário enviado para a contratante, etc.

- Ainda na página 01, quando se especifica o prazo dos serviços, a contratada informa que este será de 70 dias úteis, sem contudo especificar a data de inicio da contagem deste prazo, fato este que pode gerar insegurança e interpretações conflitantes.

Neste sentido o pior se observa quando a contratada informa que o prazo de 70 dias ùteis poderá "remir", o que leva-se a crer que não existe um prazo especificado para término dos serviços contratados.

Não consta no contrato qualquer tipo de multa contratual caso o prazo não seja cumprido, prazo este que não existe.

- Com relação as "condiçoes gerais" especificadas no contrato, verifica-se a cobrança de multa por inadimplencia de 1% ao dia, o que se leva a uma taxa de 30% ao mes, o que se demostra totalmente impróprio e afronta diretamente a Lei 8078/90 por se tratar de uma clausula abusiva. A imposição de condições abusivas, expressas através de cláusulas contratuais, excessivamente onerosas para o aderente e vantajosas para o estipulante, constituem-se num abuso de direito ou ferem o princípio da boa-fé objetiva, caracterizando as denominadas cláusulas contratuais abusivas. Estas são resultantes de um exercício abusivo de direito, com vantagem indevida para um dos contratantes. Neste sentido, as cláusulas abusivas não apenas ferem as normas positivadas como também atingem os princípios gerais de moralidade e de interesse público.

Aplicação da multa moratória quando cumulada deve ser limitada a 2% ao mes a teor do que dispoe o artigo 52 , § 1º , DA LEI 8.078 /90. Os juros pactuados em limite superior a 12 % ao ano são considerados abusivos.

- Na parte do contrato que se refere a "encargos da contratada" verifica-se novamente cláusula de cobrança de multa de 1% ao mes da parcela por cada dia de atraso, ou seja, a mesma cláusula agora redigida de forma diferente porém com o mesmo intuito.

Assim sendo todos os detalhes e fatos apresentados a mim foram devidamente analisados não restando nada mais a ser verificado.

Sendo assim peço que sejam acertados os honorários combinados a té amanha se possível.

Há 6 anos
2.5/5

Espero que cumpram o escrito e o prazo de finalização.

Espero também que coloquem um maior numero de trabalhadores dia a dia!

Espero que usem material de primeira!

Espero que não causem nenhum transtornos aos vizinhos!

Att. Patricia

Bete
Bete
Há 6 anos
5/5

A alab e Monteiro fez a restauracao da fachada do meu prédio,ficou muito bonito os profissionais sao capacitados trabalharam com respeito e pontualidade recomendo

Anita
Anita
Há 6 anos
5/5

Gostei de trabalhar com a alab e Monteiro os profissionais são capacitados e tem grande respeito ,fizeram uma obra de pintura e colocacao do piso de meu apartamento que ficou muito bom,recomendo

Sua avaliação sobre Alab & Monteiro Reformas E Construções Ltda-me

Como foi a sua experiência?

Péssima
Ruim
Regular
Boa
Excelente
Não será exibido no comentário.

Avaliar